Análise da Passagem da Célula Vermelha do Sangue Através de Poros Cilíndricos

J.J. ROSSETTO, P.J. ABATTI

Abstract


São deduzidas expressões relacionando a área da superfície da membrana e o volume das células vermelhas do sangue (cvs) com os raios e comprimentos (mínimos e máximos) dos poros, da distância entre eles e do número n de poros cilíndricos, na qual a célula é capaz de transpô-los conjuntamente. Destas equações, conclui-se que aumentando-se o número de poros restringe-se a passagem das cvs através dos mesmos, além de servir como base para um possível modelo fisiológico do fenômeno de filtração dos glóbulos vermelhos.

References


[1] P.J. Abatti, Determination of the red blood cell ability to traverse cylindrical pores, Transactions on Biomedical Engineering, 44 (1997), 209-212.

E.A. Evans, Membrane mechanics and cell adhesion, Frontiers in Biomechanics, (1986), 3-17.

R.M. Hochmut, “Properties of Red Blood Cells ”, Handbook of Bioengineering, 12.1-12.17, New York, 1987.

J.J. Rossetto, P.J. Abatti, Determinação da habilidade da célula vermelha do sangue para tranpor dois poros cilíndricos, em “II Congreso Latinoamericano de Ingeniería Biomédica”, Havana, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5540/tema.2002.03.01.0193

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Refbacks

  • There are currently no refbacks.



Trends in Computational and Applied Mathematics

A publication of the Brazilian Society of Applied and Computational Mathematics (SBMAC)

 

Indexed in:

                       

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia