O Método dos Tableaux Aplicado ao Cálculo Trivalente e Intuicionista I1

E. O. V. Santos, L. H. C. Silvestrini

Abstract


O cálculo I1 foi introduzido em 1995 por Sette e Carnielli. Este sistema possui um caráter intuicionista, no mesmo sentido do sistema lógico desenvolvido por Arend Heyting (1898-1980), o qual surgiu como a lógica subjacente a Matemática Intuicionista, ou construtivista, por exemplo, ¬ ¬A → A não ser uma tautologia em I¹. Ademais, o cálculo I1 é uma lógica trivalorada que, ao contrário da lógica clássica, não admite apenas dois valores de verdade, mas sim três, estes são T, F* e F. Os valores T e F denotam, respectivamente, verdade e falsidade, enquanto que F* pode ser interpretado como “falsidade por falta de evidência positiva”. O ambiente semântico dessa lógica, há apenas um valor distinguido. Neste trabalho, desenvolvemos um método dedutivo alternativo ao axiomático para o sistema I1, ou seja, introduzimos um sistema de tableaux analíticos para tal lógica. Estabelecemos, por meio de teoremas, que toda dedução obtida do sistema axiomático também será deduzida pelo sistema de tableaux proposto.


Keywords


Lógica intuicionista; Lógica trivalente, Método dos tableaux analíticos; Lógica não-clássica; Lógica matemática

References


CARNIELLI, W. A.; LIMA-MARQUES, M. Society semantics for multiple-valued logics. In W.A. Carnielliand I.M.L. D’Ottaviano, editors, Advances in Contemporary Logic and Computer Science, volume 235 of Contemporary Mathematics Series, pp. 33-52. American Mathematical Society, 1999.

FEITOSA, H. A.; PAULOVICH, L. Um preludio à lógica. São Paulo: Editora Unesp, 2005.

FERNÁNDEZ, V. L. Semântica de Sociedades para Lógicas n-valentes. Dissertação de Mestrado, IFCH - Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2001.

FITTING, M. C. Introduction. In: D´AGOSTINO, M; GABBAY, D.V.; HAHNLE, R.; POSEGGA, J. (Eds.). Handbook of Tableaux Methods. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1999. p. 1- 43.X

LOPARIC, A.; Costa, N. C. A. “Paraconsistency, paracompleteness and valuations”, Logique et Analyse, 106, 1984, p.119-131.

MORTARI, C. A. Introdução à Lógica. São Paulo: Editora Unesp, 2001.

QUEIROZ, G. da S. Sobre a Dualidade entre Intuicionismo e Paraconsistência. Tese de Doutorado, IFCH - Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 1998

SETTE, A. M.; CARNIELLI, W. A. Maximal Weakly-intuicionistic logics, Studia Logica 55, 1995, pp. 181-203.

SILVA, F. S. C.; FINGER, M.; MELO, A. C. V. Lógica para computação. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

SILVESTRINI, L. H. C. Cálculo trivalorado, quase verdade e sociedades paraconsistentes. Trabalho apresentado no XXXVIII CNMAC, Campinas - SP, 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2018.

SMULLYAN, R. M. First-order logic. New York: Springer-Verlag / Dover Publication, 1968.


Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Refbacks

  • There are currently no refbacks.



Trends in Computational and Applied Mathematics

A publication of the Brazilian Society of Applied and Computational Mathematics (SBMAC)

 

Indexed in:

                       

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia