Modelos Matemáticos, Simulação da Produção e Índice Tecnológico de Municípios do Rio de Janeiro

R. M. Aquino, C. A. R. Vera-Tudela, J. C. A. Bastos, S. D. Ventura, R. F. de Oliveira

Abstract


Neste trabalho foram desenvolvidos modelos matemáticos que permitem simular a produção de mel de uma determinada localidade. Esses modelos são baseados em equações diferenciais ordinárias e tiveram como ponto de partida o modelo neoclássico de Lucas (1988) para o crescimento macroeconômico. Na determinação dos parâmetros dos modelos foram utilizados métodos numéricos de otimização não linear. Como resultado da solução numérica do modelo, foram simuladas a produção de mel de quatro municípios. Obteve-se, ainda, o índice de tecnologia aplicado à produção de mel de cada localidade, por um período de onze anos. Por meio desse índice é possível ordenar as municipalidades em termos de aplicação de tecnologia. Essa é uma das razões desse índice ser um indicador de vital importância para a gestão do agronegócio.


Keywords


Modelo de Lucas; Modelos Matemáticos; Produção de Mel

References


L. S. Gonçalves, “50 anos de abelhas africanizadas no brasil.,” in Anais do 16 Congresso Brasileiro de Apicultura, pp. 14–16, CBA, 2006.

C. M. Rowland and A. R. McLellan, “A Simple Mathematical Model of Brood Production of Honeybee Colonies,” Journal of Apiculture Research, vol. 21, no. 3, pp. 157–160, 1982.

D. S. Khoury, A. B. Barron, and M. R. Myerscough, “Modelling Food and

Population Dynamics in Honey Bee Colonies,” PLOS-One, vol. 8, no. 5, 2016.

M. D. Cox and M. R. Myerscough, “A flexible model of foraging by a honey bee colony: the effects of individual behaviour on foraging success,” Journal of Theoretical Biology, vol. 223, pp. 179–197, 2003.

A. Evangelista-Rodrigues, D. N. Souza, G. R. B. Cruz, M. L. Rodrigues, M. C. Silva, and G. C. Gois, “Modelos matemáticos aplicados no crescimento de colmeias de apis mellifera l. no cariri paraibano,” Archivos de Zootecnia, vol. 60, no. 229, pp. 137–140, 2011.

M. Wilhelm, M. Chhetri, J. Rychtár, and O. Rueppell, “A game theoretical analysis of the mating sign behaviour of the honey bee,” Bulleting of Mathematical Biology, vol. 73, pp. 623–638, 2011.

D. J. T. Sumpter and S. J. Martin, “The dynamics of virus epidemics in varroainfested honey bee colonies,” Journal of Animal Ecology, vol. 73, pp. 51–63, 2004.

G. DeGrandi-Hoffman, F. Ahumada, R. Curry, G. Probasco, and L. Schantz, “Population growth of varroa destructor (acari: Varroidae) in commercial honey bee colonies treated with beta plant acids,” Experimental Applied Acarology, vol. 2, pp. 171–186, 2014.

E. O. Jatulan, J. F. Rabajante, C. G. B. Banaay, A. C. F. Jr., and E. C.

Jose, “A Mathematical Model of Intra-Colony Spread of American Foulbrood in European Honeybees (Apis mellifera L.),” PLOS-One, vol. 12, no. 10, 2015.

M. K. A. Gavina, J. F. Rabajante, and C. F. Cervancia, “Mathematical programming models for determining the optimal location of beehives,” Bulleting of Mathematical Biology, vol. 76, pp. 997–1016, 2014.

R. E. Lucas, “On the mechanics of economic development,” Journal of Monetary Economics, vol. 22, pp. 3–42, 1988.

S. J. Chapman, Fortran 95/2003 for Scientists and Engineers. McGraw-Hill, 2007.

W. F. Barbosa and E. P. Sousa, “Desempenho Competitivo dos Apicultores Fixos e Migratórios na Microrregião do Cariri,” Revista de Economia e Administração, vol. 11, no. 1, pp. 5–27, 2012.

E. S. Monteiro and et al., “Inovação e Tecnologia no Arranjo Produtivo de Apicultura da Nordeste Paraense,” Revista de Política Agrícola, no. 4, 2014.

V. D. Matos and S. J. Freitas, “Uma estimativa dos fatores condicionantes do nível tecnológico dos apicultores de limoeiro do norte: Uma apicação do modelo probit,” in Congresso da Sober (Sober, ed.), vol. 43, (Ribeirão Preto/SP), Sober, 2005.

A. S. Koshiyama and et al., “Proposta de diagnose apícola, de sua tecnologia e sanidade por meio do indicador idapi,” Revista Portuguesa de Ciências Veterinárias, vol. 209, no. 591-592, pp. 94–99, 2014.

A. S. Khan, V. D. Matos, and P. V. P. S. Lima, “Desempenho da Apicultura no Estado do Ceará: Competitividade, Nível Tecnoloógico e Fatores Condicionantes,” Revista de Economia e Sociologia Rural, vol. 47, no. 3, pp. 651–675, 2009.

Z. Dogan, M. Karagoz, and G. O. Ozbakir, “Long Years Apiculture Data Model of Turkey: An Econometric Time Series Analysis,” The Journal of Animal and Plant Sciences Analysis, vol. 24, no. 5, pp. 1573–1578, 2014.

G. E. Silva Filho and E. B. S. Carvalho, “A teoria do crescimento endógeno e o desenvolvimento endógeno regional: investigação das convergências em um cenário pós-cepalino,” Revista Econômica do Nordeste, vol. 32, pp. 467–482, 2001.

C. H. A. Irgoin, “Simulación del modelo de solow-swan,” Contribuciones a la Economia: Revista Academica Virtual, 2011.

R. Dathein, O crescimento do desemprego nos países desenvolvidos e sua interpretação pela teoria econômica: as abordagens neoclássica, keynesiana e schumpeteriana. PhD thesis, Instituto de Economia, UNICAMP, Campinas, SP, 2000.

T. R. Jain and V. K. Ohri, Introductory Macroeconomics. ed. New Delhi, 2010.

H. Uzawa, “Optimum Technical Change in an Aggregative Model of Economic Growth,” International Economic Review, vol. 6, no. 1, pp. 18–31, 1965.

M. C. Lorenzon, “Depoimento recebido por email, pelos autores em

/08/2017,” 2017.

D. Acemoglu, “A Microfoundation for social increasing returns in human capital accumulation,” The Quarterly Journal of Economics, vol. 111, no. 3, 1996.

N. G. Mankiw, D. Romer, and D. Weil, “A contribution to the empirics of

economic growth,” The Quarterly Journal of Economics, vol. 107, pp. 407–

, 1992.

A. Golinsky, Avaliação da viabilidade econômica e nível tecnológico da apicultura no estado do Rio de Janeiro. PhD thesis, Centro de Ciências e Tecnologias, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, RJ, 2009.

H. R. Varian, Microeconomia: uma Abordagem Moderna. Elsevier Campus,2012.

M. J. D. Powell, “The newuoa software for unconstrained optimization without derivatives,” in Large Scale Optimization (G. D. D. Pillo and M. D. Roma, eds.), (New York), pp. 255–297, Springer, 2006.

M. B. Arouxet, N. Echebest, and E. A. Pilotta, “Active Set Strategy in Powell’s Method for Optimization without Derivatives,” Computational and Applied Mathematics, vol. 30, no. 1, pp. 171–196, 2011.

R. A. Arraes, F. Z. Mariano, and S. J. A. Barros, “Medidas de capital humano e seus efeitos sobre os diferenciais de produtividade: uma comparação entre os estados do ceará e santa catarina,” in Economia do Ceará em Debate (E. B. S. Carvalho, M. C. Holanda, and M. P. Barbosa, eds.), (Fortaleza), pp. 123–141, IPECE, 2006.

IBGE, Divisão Regional do Brasil em Mesorregiões e Microrregiões Geográficas. Rio de Janeiro: Diretoria de Geociências, 1990.

IBGE, Banco de Dados Agregados. http://sidra.ibge.gov.br, 2017.




DOI: https://doi.org/10.5540/tema.2020.021.02.209

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Refbacks

  • There are currently no refbacks.



TEMA - Trends in Applied and Computational Mathematics

A publication of the Brazilian Society of Applied and Computational Mathematics (SBMAC)
ISSN: 1677-1966  (print version),  2179-8451  (online version)

Indexed in:

                        

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia